Dicas “manjadas” para aumentar o CTR dos seus anúncios no Adwords

Ao contrário do que o título indica, talvez você não conheça alguma das seguintes dicas para melhorar a CTR dos anúncios. De qualquer forma continue lendo, pode ser que algo faça uma enorme diferença em sua campanha.

O “grande segredo” para aumentar a CTR é otimizar o texto do anúncio. Muito complicado? Não se você ler até o final.

Palavra-chave no texto do anúncio

Inclua a principal palavra-chave do grupo de anúncios no texto do anúncio. Se preferir, utilize a marcação {keyword:palavra padrão} para inserir a palavra que acionou o anúncio no texto, automaticamente (mais detalhes).

Utilize frases de chamariz ou call to action

Inclua frases que incentivem o usuário a realizar alguma ação. Por exemplo: “Faça seu pedido”, “Peça um orçamento”, “Inscreva-se agora”. O importante é deixar claro o que o usuário deve fazer ao clicar no anúncio.

Evite inserir telefone no texto

Pode ser tentador receber uma ligação sem que o usuário clique no anúncio, mas dificilmente isso vai acontecer. O usuário quer ter certeza que a empresa pode ajudá-lo, por isso vai entrar no site para conseguir mais informações. Aproveite o espaço que o telefone ocuparia para melhorar o texto do anúncio e deixá-lo mais atrativo.

Configure as extensões de anúncio

Extensões de anúncio são excelentes para chamar atenção do usuário. Configure no mínimo os sitelinks, adicionando títulos e páginas de destino relevantes. Caso possua um endereço físico, configure a extensão de local.

Título do anúncio estendido

Você sabia que é possível usar a primeira linha de descrição como parte do título? Para fazer isso, insira alguma pontuação no final da primeira linha de descrição. Além dessa formatação de anúncio, existem outras opções que variam de acordo com o tamanho de texto e as pontuações. Lembrando que isso funciona apenas para anúncios que aparecem na área de destaque da serp (página de resultados).

Você pode simular diversas formatações utilizando essa ferramenta.

Aproveite as datas sazonais

Utilize os eventos relevantes para o seu negócio para promover seus produtos ou serviços. Faça anúncios próprios para os eventos e inclua o nome no texto do anúncio.

Por exemplo:

Presente Dia das Mães
www.seusite.com.br/perfumes
Deixe o Dia das Mães Mais Perfumado
Perfumes com 30% de desconto

Remova os preços e adicione descontos

Ao exibir o preço do produto ou serviço no texto do anúncio, você lembra o usuário que ele vai precisar gastar dinheiro. Em alguns casos, remover o preço pode ajudar a aumentar a CTR. Isso também é útil caso o seu preço não seja o melhor entre os anunciantes.

As pessoas nem sempre gostam de gastar dinheiro, mas adoram fazer um bom negócio. O que é mais interessante, gastar R$ 120,00 ou economizar R$ 20,00? Descontos muitas vezes superam os preços de anúncios, por isso prefira exibir um desconto ou promoção.

Ajuste o URL de visualização

Há diversas maneiras de ajustar a URL de visualização, algumas podem ter um efeito muito positivo na CTR.

  1. rotapublicitaria.com.br
  2. www.rotapublicitaria.com.br
  3. RotaPublicitaria.com.br
  4. www.RotaPublicitaria.com.br
  5. rotapublicitaria.com.br/palavra-chave
  6. www.rotapublicitaria.com.br/palavra-chave
  7. RotaPublicitaria.com.br/palavra-chave
  8. www.RotaPublicitaria.com.br/palavra-chave

Pessoalmente, prefiro a opção 7, mas a opção 1 ou 3 podem ser muito úteis caso o URL seja pequeno (utilize essa ferramenta para saber o motivo). De qualquer forma, vale a pena testar as variações para saber qual a melhor opção para o seu anúncio.

Negative termos irrelevantes para o seu negócio

Essa dica é uma das mais importantes. Ao negativar algum termo, você evita que o Google exiba seu anúncio quando o usuário o incluir na consulta.

Ex.: João vende diversos sapatos masculinos, exceto couro. Ao negativar a palavra couro o anúncio não seja exibido caso o usuário digite “sapato masculino de couro” ou alguma variação que inclua a palavra negativada.

Utilize a ferramenta de palavras-chave para ter ideias de quais termos negativar inicialmente. Periodicamente, consulte o relatório de termos de pesquisa para saber exatamente o que os usuários estão digitando para visualizar seus anúncios e negative as palavras irrelevantes.

Aumente o CPC máximo

Aumentar a posição média pode ajudar muito a aumentar a CTR, mas deixe para fazer isso em último caso. Primeiramente otimize o texto do anúncio. Caso realmente seja necessário, aumente gradualmente o valor do clique.

Para testar diferentes valores, faça uma experiência para medir o desempenho de cada um.

Faça testes constantemente

Teste vários anúncios com diferentes configurações para cada grupo de anúncios. As dicas acima ajudam de uma forma geral, mas só você sabe o que é melhor para o negócio.

Eae, já conhecia todas as dicas acima?

Utilizar a marca de outras empresas para anunciar no Google

Como você já deve saber, os usuários utilizam palavras-chave para fazer consultas no Google. Entre os resultados, aparecem anúncios – também conhecidos como links patrocinados – que normalmente são relacionados ao termo digitado pelo usuário.

É muito comum no varejo online, utilizar marcas de grandes empresas como palavra-chave ou parte do texto do anúncio. Vamos usar como exemplo uma loja virtual que comercializa, exclusivamente, produtos da HP. Para que esse anunciante tenha um resultado satisfatório anunciando no Google, é indispensável que ele utilize a marca como palavra-chave para filtrar as pessoas que procuram por um Vaio, Dell, Samsung, Acer ou outras marcas. Nesse caso, não há problema algum, ao contrário de uma empresa que utiliza o nome do concorrente para se promover.

Qual o problema em utilizar o nome do concorrente como palavra-chave?

Caso não seja uma marca registrada, teoricamente, não há problema algum, mas é antiético e judicialmente errado, caso o anúncio engane o usuário fazendo ele pensar que o anúncio é da empresa que ele procura.

Imagina um concorrente usando o nome da sua empresa para anunciar no Google Adwords, sendo que você gastou dinheiro e tempo para fazer a marca crescer e ficar consolidada no mercado. Você acha justo seu concorrente pegar carona e “roubar” seus clientes?

Como impedir que o concorrente utilize minha marca como palavra-chave ou parte do texto do anúncio?

Primeiramente, tente resolver o caso de forma amigável. Entre em contato com o concorrente e solicite que ele pare de utilizar a marca da sua empresa.

Caso a forma amigável não resolva e sua marca seja registrada no INPI, você pode fazer uma reclamação no Google por meio desse formulário. Lembrando que dificilmente o Google protegerá sua marca caso ela não seja do tipo nominativa. A MestreSEO escreveu justamente sobre isso.

Como o Google pode levar um bom tempo para processar seu pedido, procure um advogado especializado na área para tomar as medidas necessárias para que seu concorrente não utilize sua marca indevidamente.

Posso utilizar o nome de empresas relacionadas (não concorrentes) com os meus produtos/serviços como palavra-chave?

Sim, desde que você não engane o usuário ou viole a política de publicidade do Adwords.

Digamos que sua empresa venda buquês para noivas. Seu público vai procurar por igrejas, bufês e vestidos de noiva. É mais do que natural anunciar para esses termos e empresas que trabalham com isso. Mas tome alguns cuidados. Faça anúncios estáticos, ou seja, não utilize a inserção de palavra-chave – {keyword:} – e deixe o anúncio o mais claro possível, para que o usuário não se engane achando que você é a empresa que ele procura.

Usar ou não usar? Eis a questão.

Anunciar utilizando a marca do concorrente é assumir que a sua é inferior. Mas você pode usar marcas relacionadas, como descrito acima, em sua estratégia de links patrocinados. Mas fique atento. Como será utilizado termos que não são diretamente relacionados com seu site, o índice de qualidade e o CTR podem ser bem baixos. Para não prejudicar o resto da conta e ter um controle melhor dos gastos, crie uma campanha apenas para isso.

Como esse tema é algo muito delicado, em caso de dúvida, não utilize.

Dicas básicas mas essenciais para um excelente atendimento

  1. Seja amigo do cliente. Esteja sempre disposto a ajudá-lo.
  2. Sorria sempre (mesmo estando no telefone).
  3. Fique calmo e tenha paciência. A ansiedade só vai prejudicar seu atendimento.
  4. Não faça de conta que está ouvindo o cliente. Pare tudo que está fazendo e escute com atenção.
  5. Quando possível, fale olhando nos olhos do cliente.
  6. Evite promessas desnecessárias, mas caso faça alguma, cumpra o prometido.
  7. Independente dos fatos, fale sempre a verdade. Caso a verdade seja “cabeluda”, fale com “jeitinho”.
  8. O cliente é muito ocupado, então faça ele ganhar tempo com você.
  9. Lembra do item anterior? Faça de tudo para cumprir os prazos e horários prometidos.
  10. Responda as solicitações do cliente. Deixe-o sempre informado sobre o andamento do projeto.

Bônus

Ninguém é de ferro para aguentar cliente esquentadinho. Para manter sua sanidade, utilize o botão mudo quando necessário.

Baseado nesse post do blog Empreendedores, da Caixa.

Venda benefícios, não preço

Infelizmente muitos cliente fecham um negócio baseado em quanto conseguirão de desconto. Isso significa que ele não entendeu o real valor do produto e o vendedor não estava preparado para lidar com objeções em relação ao preço.

Para vender mais e melhor, é muito importante que o cliente entenda que ele não esta comprando um simples produtos e sim a solução para um problema que o incomoda.

Confira a seguir, algumas dicas para vender valor, não preço.

  1. Não dê desconto se o cliente não pedir. As vezes na ansiedade de fechar o negócio o quanto antes muitos vendedores podem sentir a tentação de oferecer algum tipo de desconto. Isso vai apenas desvalorizar o produto. Seja firme e utilize argumentos sólidos para justificar o preço do produto.
  2. Entenda o porquê do cliente querer desconto antes de negociar o preço do produto. Procure entender a situação financeira do cliente para definir a melhor estratégia de negociação. Caso ele tenha feito outros orçamentos, não tenha medo de perguntar sobre os fornecedores, isso é uma ótima oportunidade de saber como a concorrência trabalha.
  3. Caso o cliente queira um desconto muito grande, ofereça um produto ou serviço mais simples e explique a diferença entre eles. Dessa forma ele vai se posicionar e demonstrar suas verdadeiras necessidades, desejos e o orçamento disponível.
  4. Lembre o cliente do real valor do seu produto. Imagine uma pessoa entrando em uma loja para comprar uma bicicleta. O que ela quer? Uma Aro 24 com suspensão de alumínio? Nada disso. Ela quer uma opção para fugir dos trânsito e se exercitar para ter uma qualidade de vida melhor. Por isso o valor da bicicleta não está em suas características e sim nos benefícios a saúde do usuário.
  5. Se o cliente está achando caro, significa que ele ainda não compreendeu o valor do produto e o vendedor não conseguiu demonstrar claramente os benefícios que justificam o preço. Busque entender as objeções do cliente fazendo perguntas abertas e o estimulando a falar.
  6. Se tiver que conceder algum desconto para fechar o negócio, não faça isso sem ganhar nada em troca. Ele quer um desconto maior? Pergunte em quantas vezes pretende pagar. Se for à vista, sem problemas, caso contrário fica muito difícil.

Excelentes dicas para fidelizar o cliente e vender mais

    1. Para vender mais é imprescindível estar bem espiritualmente e acreditar que seu produto ou serviço é a solução para os problemas dos seus clientes.
    2. Sorria e seja bem humorado. O cliente vai ser contagiado por sua alegria e vai ficar menos tenso na negociação.
    3. Conquiste a amizade do cliente e não apenas o dinheiro.
    4. Um bom atendimento é um excelente diferencial. Além do produto ou serviço, venda uma inesquecível experiência.
    5. Esqueça seus problemas e foque em resultados. Tenha a mente livre para saber o que é realmente importante agora: vender mais e melhor.
    6. Mantenha sua boca fechada e ouça o cliente para entender suas reais necessidades. Não venda produtos ou serviços. Venda soluções.
    7. Defina suas metas e objetivos e os escreva a mão em algum papel. Dessa forma sua mente ficará mais concentrada e o conduzirá naturalmente para o caminho certo.
    8. Esteja sempre bem vestido e com boa aparência. Além de melhorar a autoestima,  conquistará o cliente a primeira vista.
    9. Não perca tempo pensando quando o cliente fizer alguma pergunta, responda rápido e objetivamente. Para ajudar, faça um levantamento, previamente, das perguntas mais comuns referente ao seu produto ou serviço.
    10. Antes de usar todas as cartas na manga, pergunte ao cliente se existe alguma barreira que o impeça de prosseguir com a negociação. Invista suas fichas na pessoa certa para fechar o negócio.
    11. Se possível, grave a conversa com o cliente. Dessa forma fica mais fácil analisar seu atendimento e descobrir seus altos e baixos.
    12. Tenha compromisso com o sucesso nas vendas. Se for necessário andar aquele quilômetro a mais pelo cliente, fazer mais ligações, aprofundar relacionamentos, faça!
    13. Não procure desculpas para os maus resultados em vendas. Admita que estava mal preparado e busque melhorar.